notícias

Salgar a carne no churrasco é essencial para realçar o sabor

Na hora de preparar o churrasco, sempre aparecem algumas dúvidas. Uma delas é em relação ao sal: afinal de contas, ele deve vir antes ou depois de colocar a carne na grelha? Algumas pessoas dirão que a peça deva ser temperada antes, para cozinhar junto com a carne, mas não é isso que diz a chef Letícia Massula. "Não existe um momento certo, existem resultados diferentes", explica.

Quando em contato com a carne, o sal tira os líquidos e a suculência dela, deixando apenas a proteína e a gordura e alterando ou realçando o seu sabor.

Segundo a chef, existem três momentos em que você pode salgar a carne para obter o melhor sabor dela:

 

Horas antes

 

Fazer uma salga mais demorada, uma ou duas horas antes da carne ir para a grelha, vai alterar bastante o seu sabor por causa da quantidade de líquido que ela vai perder. Ela ainda terá suculência, mas terá um sabor mais forte.

Neste caso, o tempo de grelha vai ser menor, para que a carne não fique ressecada. Portanto, retire um ou dois minutos antes do fogo.

 

Na hora da grelha


Colocar uma camada de sal grosso na carne antes de levá-la à grelha vai fazer com que o sabor fique um pouco menos intenso que a salga feita horas antes, mas ela também ficará mais suculenta.

A camada, porém, deve ser fina. "A única coisa errada na salga é fazer uma crosta de sal e levar para grelha", explica a chef Letícia. "Essa camada grossa impede que o calor passe pela carne e o resultado vai ser um bife cinza e com sem gosto."

 

Depois da grelha

 

Salgar depois que a carne já saiu da grelha é quando você vai ter o sabor mais fiel e uma maior suculência. Neste caso, a salga deve ser feita com o sal grosso moído ou com sal fino, antes de cortar a carne.

 

Outras ervas


Não só o sal pode temperar a carne na hora do churrasco. A chef Letícia diz que às vezes gosta de salgar a carne com um sal aromatizado, com sal de ervas, ou de pimentas. Molhos como o de shoyu e mel também fazem parte do tempero das carnes da cozinheira.

 

Fonte: Uol